Mulher afectada pela indústria extractiva na província de Tete

11/17/2018 Rauk Pensado

No âmbito do Projecto Dziwani-II para o emponderamento da Mulher afectada pela indústria extractiva na província de Tete, a Associação de Apoio e Assistência Jurídica as Comunidades (AAAJC) em parceria da Afrika Kontakt (AK), com financiamento do CISU da Dinamarca, organizou uma Caravana que esta a decorrer Hoje dia 16 de Novembro de 2018, com o objectivo de promover a troca de experiência inerente a exigência e  revendicação no sentido que seus direitos sejam assegurados de forma incondicional.

Fazem parte deste encontro comunidades abrangidas no âmbito deste ptojecto designadamente Cancope, N’tchenga, Catete, Waenera, Necunga, Chueza, Manssamba, Mbuzi, Cassoca, Nhansanga, Chissua, Ntenge, Nambia Mitole, 25 de Setembro, Cateme e Mualadzi, pertencentes aos distritos de Moatize, Chúita, Marara, Cahora Bassa e Dóa.

De referir que o encontro é de 2 dias e a caravana teve o percurso cidade de Tete, com paragem em Nhansanga visitando o reassentamento de Nhamatua área onde sera transferida a comunidade de Cassoca, distrito de Marara, com destino a Chissua local escolhido para os debates.