Vasta degradação do solo

Evaristo Tavares: Angola-AJUDECA, Província da lunda Norte: Município do Cuango, Data: 30 de Agosto de 2019. , Autores: Governo provincial, administração municipal e Cooperativa Kabuto

 

No baiiro Quissueie, há uma grande devastação de terra. Estima-se a 1 hectar. Terras abandonadas pela empresa Kabuto. Abandonada em 2017. Vários lugares abertos e escavado 200 metros do bairro. Causando degradação de terra com vários efeitos, como ravinas. improdutividade da terra, erosão, deflorestação (aquecimento global). Terras destapadas, poluição ambiente e desertificação.

A população de Quissueie teve o progresso de constantes terras em este estados em volta do bairro. Isso preocupa os mais velhos por a erosão está a profundar cada vez mais. Colocando o bairro em perigo.

Sugerimos que o Estado-Governo entervem nesta situação para evitar próximos desastres naturais. Tem o dever de fiscalizar e sob meter propostas quanto a conservação do ambiente. E junto criar um trabalho de equipa para tapar as terras.

In Quissueie Bay there is a great devastation of land. It is estimated to 1 hectar. Land abandoned by the company Kabuto. Abandoned in 2017. Several open places and excavated 200 meters from the neighborhood. Causing land degradation with various effects such as ravines. land unproductivity, erosion, deforestation (global warming). Uncovered lands, environmental pollution and desertification.

The population of Quissueie has had steady land progress in this state around the neighborhood. This worries the elders that erosion is getting deeper and deeper. Putting the neighborhood in danger.

We suggest that the State-Government intervene in this situation to prevent future natural disasters. It has the duty to supervise and to make proposals regarding the conservation of the environment. And together create teamwork to cover the ground.